segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Previsão dos Signos- 22 de dezembro ,2008


Áries: Situações farão você mudar metas e objetivos para resolver problemas financeiros. No amor viverá momento intensos.

Touro: Uma possível mudança do ambiente , talvez em prol de uma parceira que lhe ajudará no crescimento profissional.No amor aprenderá a trabalhar mais com o intelecto.

Gêmeos: Momento de realizar mudanças no trabalho que se fazem necessárias.No amor , saiba escolher melhor seus parceiros.

Câncer: O dia é indicado para realizar algum hobby que ajudará a melhorar seus problemas emocionais.No amor sua necessidade de ser amado, levará a questionar sua atual parceria.

Leão: Cuide da sua saúde, evite conflitos emocionais. Trabalhos que envolvam assuntos imobiliários pode ser o seu foco no dia. No amor você tem buscado entender o parceiro por meio do seu companheirismo.

Virgem: Se você trabalha com assuntos artísticos o momento é de divulgar o seu trabalho para ter um bom retorno pela mídia. No amor também terá chances de se comunicar com mais naturalidade.

Libra: Está favorável para obter lucros por meio do mercado imobiliário. No amor continua uma fase favorável para divertimentos, e novas paixões.

Escorpião: Surgirá a chance de trabalhar diretamente com comunicação. No amor você estará sabendo lidar com as situações complexas com maior frieza.

Sagitário: Busque o autoconhecimento, procure se organizar mais, e prestar atenção antes de fechar negócios para não sofrer prejuízos. No amor está favorável para se comunicar.

Capricórnio: Continua uma fase importante para lideranças de grupos, mas procure entender também o lado das pessoas que trabalham com você. No amor pode estar complicado sua relação, sua tendência no período é de estar muito voltado para si mesmo.

Aquário: Momento de assumir um cargo de responsabilidade em um meio social de pessoas carentes. No amor momento de refletir suas atitudes do passado.

Peixes: Também estará com trabalhos voltados para  seus ideais, poderá se destacar pelas suas atividades humanitárias. No amor estará sujeito a alguns sacrifícios.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Mapa Astral Amy WINEHOUSE- Exuberante-Talentosa-Compulsiva

September 14, 1983 -Londres

 

CdL6S84jz7c3

A excêntrica jovem Amy Winehouse já causou muitas polêmicas no mundo, tanto pelas suas atitudes irreverentes, em contraste com seu incontestável talento. Uma voz forte, um estilo sensual, já foi alvo da critica tanto pela suas aptidões musicais, como pelo desequilíbrio emocional que tem demonstrado diante do sucesso. Para uma pessoa do signo de virgem, Amy excede em um comportamento desorientado. Para entender melhor essa personalidade que tem chamado tanto a atenção da mídia, temos que conhecer melhor seu mapa astral, e suas tendências positivas como auto-destrutivas, procurando entender o que leva uma pessoa que conquistou a glória profissional, e ao mesmo tempo criar situações de auto-destruição.

0,,15647183-EXH,00

Seu signo solar é virgem, isso é sua essência, no fundo Amy é uma pessoa muito perfeccionista, que gosta do simples , que necessita da organização, e deveria buscar seu auto-aperfeiçoamento se dedicando ao trabalho. Sua capacidade de análise deve ser muito grande, está ai a capacidade de ter um trabalho perfeito, ela cuida de todos os detalhes para que não tenha nenhum tipo de falhas ou erros, se torna até algo um pouco doentio. Ao mesmo tempo seu signo sua vênus está em leão, e a imagem que ela passa é algo contrastante, uma pessoa que necessita chamar a atenção, por bem ou por mal o leonino necessita ser visto, ela não consegue passar despercebida. Na adolescência foi expulsa de um colégio inglês por estar usando percing. Cada vez mais ela foi exagerando no visual, de maneira até esdrúxula , extravagante, com penteados e maquiagens . Ela também tem marte em leão, fortalecendo esses traços, e indicando que ela valoriza muito tudo que pode ser criativo, artístico. Ela aparece. e gosta muito de se aparecer, embora isso não é bem sua essência ( signo de virgem), mas é seu ego, sua necessidade de ser reconhecida como pessoa. Ela é romântica (asc,Venus e marte em leão) apaixonada. Nasceu para brilhar e estar no palco. Por algum motivo tem que trabalhar sua auto estima, no fundo ela deve se sentir um nada, um vazio, e dessa maneira ela busca na imagem chamar a atenção, para se sentir amada, vista, reconhecida.

 

0,,15647166-EXH,00

Sol e mercúrio em virgem índica que ela é muito mental, critíca, principalmente consigo mesmo, e esse excesso de critica é uma arma destrutiva, ela nunca está satisfeita, nada é perfeito, ninguém é completo, vive contrariada. Lua,urano,júpiter e netuno em sagitário, ai está mais uma vez sua necessidade de auto expressão, de cometer riscos, ela não tem limite para nada, nem para o sucesso, nem para as drogas. Necessita se sentir viva, e pra isso testa todas fronteias, é do tipo ou tudo ou nada. E como a lua é o lado emocional, quando Amy está abalada sentimentalmente, ai realmente ela exagera na dose da busca do risco, do divertimento, do prazer, ela precisa do palco como um alimento, e no final acaba pecando pelos seus excessos.

0,,15647155-EXH,00

Atitudes auto-destrutivas.: Plutão e saturno conjuntos em escorpião, Amy deve ter tipo um educação que ao mesmo tempo trouxe muitos ressentimentos, e que ela teve que aceitar uma certa rigidez( saturno ). Mas quando ela usa drogas, ela solta seu ego( lua em sagitário) e realmente perde os limites, e solta todas sua dores e magoas internas, do seu sentimento de ter sido injustiçada por algum motivo que só ela deve saber. Sagitário é o signo Saturno em escorpião, é como uma bomba relógio dentro de uma caixa de concreto, na verdade ela teve que desenvolver um grande

0,,15647124-EXH,00

autocontrole, mas que com as drogas , saturno se perde, e quem manda é a lua em sagitário, sua necessidade de passar por cima de todas regras, limites, ser livre, imaginar que pode ir a lua e voltar, sem saber as condições, de maneira inconseqüente. Na verdade Amy gosta de testar seus limites a todo momento. Kiron em gêmeos, uma das suas feridas na vida está na comunicação, ela em necessidade de se expressar e não encontrando vazão pra isso, ela colocou toda sua energia na música.

0,,15647105-EXH,00

O planeta eu domina no seu mapa é Mercurio, indiando uma pessoa curios, inteligente, nervosa, com muita necessidade de movimento, com habilidades manuais para realizar várias coisas, incluisive ao mesmo tempo. Necessita de movimento, gente, contatos, amigos, estar informada, e sempre curiosa, querendo aprender algo novo. Detesta o tédio.

0,,15647099-EXH,00

O signo dominante no seu mapa é sagitário, o que reforça a tendência de seu júpiter natal, com grande possibilidade para crescer, realmente uma energia que oferece sorte, oportunidades, proteção. Mas ela sofre o maior problema capital de sagitário , que é gula. Essa mulher não tem limites para nada, tudo na vida dela é muito.

0,,15647096-EXH,00

A Música: está bem clara no seu mapa pela posição da lua conjunta a netuno, uma conjunção forte que lhe fornece o talento , sensibilidade, o devaneio, ela entra em contato com facilidade com o mundo da imaginação da fantasia, o que ao mesmo tempo é uma “faca de dois gumes”, a ilusão pela droga, ela sonha com um mundo melhor, mas quando enxerga que as coisas não são como ela gostaria de ser, vem a necessidade de fuga. É muito difícil para essa virginiana aceitar a realidade quando tudo chega no seu emocional. Se ela conseguisse não usar subterfúgios para fugir da realidade com certeza poderia estar ajudando muitas pessoas, porque no fundo é muito caridosa e hipersensível. Mas ela atingiu um dos grandes pontos perigosos do homem, deixar que o sucesso guie sua mente, de maneira a deixar o que tem de melhor na vida, que é viver em equilíbrio.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Analogia da Astrologia e o Jogo de Xadrez

 Astrologia é um Jogo de Xadrez?

persian

O jogo de xadrez é considerado um dos jogos mais inteligentes, com capacidade de desenvolver nosso cérebro, nosso senso de estratégias, tática, ele tem algo divino. Comparando esse jogo de tabuleiro milenar, e o mais popular, com a astrologia e o mapa astral, podemos achar correlações evidentes , como um jogo que inspirou as Leis do Universo, e até o movimento planetário.

Xadrez e a Astrologia

O jogo de xadrez tem uma tábua dividida em 8 colunas e 8 fileiras, na Astrologia usamos o circulo zodiacal dividido em 12 signos. No Xadrez temos 6 símbolos, as peças: rei, rainha, bispo, cavalo , torre e peão. Na Astrologia nós temos 7 símbolos, os 7 planetas tradicionais, (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno).

Há regras para o movimento destes símbolos e cada tem um valor específico ou interpretação.

A Arte de Jogar Xadrez é estudar completamente e entender a cadeia de influências e forças no tabuleiro, então elaborar uma estratégia que conduzirá na derrota do oponente.

A Arte do Astrólogo é estudar completamente e entender a cadeia de influências no quadro astrológico, então elaborar uma conclusão global disto.

Peças, planetas e Correlações:

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_5e064074O Rei é se relaciona com o Sol. Quando o Rei é é capturado (xeque-mate) o jogo termina.

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_72512ccf A Rainha é relaciona –se com a Lua em astrologia. A Lua tem o movimento mais rápido entre todos os planetas, assim é a Rainha no tabuleiro de xadrez. Na astrologia horária e de eleição a Lua é o planeta mais importante a ser considerado. Assim é a Rainha também no jogo de xadrez.

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_3e64ca7d Os Peões são como crianças que são tradicionalmente governados pela Lua na astrologia. Quando eles amadurem , quer dizer, quando eles alcançam o outro lado final do tabuleiro eles se tornam as Rainhas. Então os peões estão relacionados com a lua.

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_m5465fbb Os Bispos são relacionados com Júpiter, Júpiter rege a leis a religião e as pessoas religiosas dentro da astrologia. Porém, como os Bispos sempre movem na diagonal, seria o planeta o Marte cujo grifo simbólico é um círculo com uma seta em uma direção oblíqua, isto quer dizer que os Bispos também podem ser associados funcionalmente com o Marte. Assim, a natureza dos Bispos é Júpiter/Marte.

 Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_m4a9b3e0a As Torres também são chamados Castelos, então é associado com Saturno, no seu movimento que pode ser na horizontal ou na vertical. Como o ideograma de Vênus é formado de um círculo com uma cruz debaixo , nós podemos dizer que as Torres são funcionalmente associados com Vênus. Assim, a natureza das Torres é saturno/Vênus.

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_1ca11d7aOs Cavalos possuem um movimento atípico, pulando peças, algo que se semelhante a um vôo.. Então, os Cavalos pode ser associado com Mercúrio, o nome romano de Hermes, o deus de mensageiro, com sandálias aladas.

Casas e sua correlação como Jogo:

Ursprung_des_Schach-Spiels_htm_m610e3a90e

O desenvolvimento astrológico do jogo de Xadrez

Pela astrologia tradicional existem lugares especiais que os planetas melhor se relacionam, onde eles estariam mais fortes: Mercúrio se situa bem na casa 1, a lua na casa 2, vênus na casa 5, marte na casa 6, sol na casa 9, júpiter na 11, e saturno na casa 12.

A 1ª casa é associada com o começo do jogo. Os jogadores movem as primeiras peças. Nesta fase, os cavalos são muito importantes como eles pulam os Peões e podem atacar os Peões do oponente. Mercúrio tem sua força na 1ª casa do mapa astral

A 2ª casa é associada com a próxima fase do jogo, o desenvolvimento peças , a construção de uma estrutura de defesa.

A 3ª casa é associada com a construção de uma linha Peões (associados com a Lua), comunicando e defendendo um ao outro. Nesta fase os Peões são realmente importantes. A Lua tem sua força na 3ª casa.

A 4ª casa é associada com uma jogada chamada “Roque” onde o Rei é colocado atrás de uma parede de Peões , em um lugar seguro. Está seria uma finalização da primeira parte do jogo.

A 5ª casa é associada a capacidade de montar a estratégia de ação; aqui é utilizado a criatividade do jogador. O mais importante agora é fortalecer a posição do jogo para impressionar o adversário. A Torre (Vênus) entra no jogo pela primeira vez, saindo do canto do tabuleiro de xadrez pelo método do Roque. Vênus tem sua força e energia na 5ª casa.

A 6ª casa é associada com uma fase de preparações. Uma vez a estratégia global foi estabelecida, agora é o momento de colocar tudo em prática, primeiramente através dos movimentos mais simples. Ao mesmo tempo, a pessoa deve estar atenta para qualquer movimento perigoso do oponente, enquanto tenta fixar qualquer ponto frágil na defesa. O Bispo (Marte) deveria ser usado para controlar as diagonais. Marte tem sua força na 6ª casa.

A 7ª casa é associada com o ataque, com o desafio público. É a primeira casa da linha do horizonte , de agora em diante o jogo será realizado abertamente. A guerra na realidade começa.

A 8ª casa é associada com trapaças e armadilhas, a fase mais perigosa, quando o ataque pode falhar e isto conduziria a um contra-ataque decisivo. Se o ataque tem êxito, a linha de defesa do oponente será quebrada e algumas das peças são capturadas: a 8ª casa é retorno da 2ª casa (Peões ) vindas da 7ª casa (o oponente).

A 9ª casa é associada com passos importantes para vitória. Uma vez a linha de defesa do oponente esteve quebrada, nesta fase o Rei (Sol) pode ser ameaçado, através de Xeque. O Sol tem sua força na 9ª casa.

A 10ª casa é a fase quando o jogador vem se conduzindo e tem que planejar os próximos passos para fazer para vitória.

A 11ª casa é associada com a fase final do jogo, quando o plano final é posto em prática. Depois que ambos os lados capturaram muita peças , O Bispo (Júpiter) tem bastante espaço agora para correr o tabuleiro de xadrez. Júpiter tem sua força na 11ª casa.

A 12ª casa é associada com o fim do jogo. A Torre (Saturno) está apoiando os Peões por trás para avançar e se transformarem em Rainhas que darão mate ao Rei do adversário e trarão a vitória. Saturno tem sua força na 12ª casa.

Esta é uma avaliação astrológica do jogo de xadrez.

O quadro astrológico é o inicio de um jogo de xadrez

O quadro astrológico é o inicio de um jogo de xadrez ou pode ser tratado como mapa astral de evento ou como um mapa astral da astrologia horária, em casos raros, o jogo de xadrez pode ser programado para um momento astrológico favorável.

A 1ª casa representa o jogador que faz o primeiro movimento no jogo, com as peças brancas, enquanto o oponente, o jogador com os peças pretas, será representado na 7ª casa.

Ainda podemos dar características para o movimento das peças:

Elemento ar: movimentos diagonais: bispo,rainha,, rei, peões.

Elemento fogo/terra: vertical e horizontal (torre, rainha,rei)

Fogo: pular, longos movimentos ( cavalo,bispo,rainha,torre)

Água/Terra: pequenos movimentos (peão,rei)

Se você consegue captar essa situação, tem noção de astrologia e xadrez, ou vice versa.. Ficaria contente com sua opinião aqui, bem como com a contribuição de idéias.

domingo, 7 de dezembro de 2008

ID EGO SUPEREGO - ASTROLOGICAMENTE FALANDO

 

tree_of_life

Uma coisa é certa, vivemos em um mundo de multiplicidades que acaba gerando a causa principal da perda do nosso Centro, da nossa verdadeira identidade. Nossa dificuldade de entrar em contato com o todo reside no nosso próprio ego, que se alínea as normas e valores sociais,e acabamos acreditando que somos a imagem que projetamos, nos tornando vitimas do sistema que nos é imposto. O ego necessita da auto-imagem projetada, o que nos afasta da nossa verdadeira personalidade.

Então podemos dizer que o “Eu” é aquilo que é criado à imagem e semelhança de Deus, o “Ego” aquilo que criamos pela imagem que recebemos dos outros, é o espelho dos outros, são nossos modelos, sociedade, família.

O Ego é importante pelo fato de nos inserir na sociedade, conforme o meio que trabalhamos, a função que desempenhamos nosso papel , dentro das regras sociais criamos um comportamento que muitas vezes não é o nosso verdadeiro EU, criamos então uma identidade projetada.

O Eu se confundi com o todo, ele nos sensibiliza, mas quem dita a regras é nosso Ego. Na Astrologia o Eu , é nosso Sol, nosso espírito, e a Lua nossa alma com nossos desejos inferiores. Por um lado o sofrimento do Ego é que faz nosso espírito evoluir, o nosso EU verdadeiro.

Segundo Freud, o aparelho psíquico é formado por e partes distintas o ID, o EGO e o SUPEREGO.

O “Id” seria o que já trazemos no nascimento, nossos impulsos instintivos.O bebê chora quando tem fome , sente se tranqüilo quando está saciando, também tem reações quando sente dor, frio, calor, carinho, aconchego. O Id é o lado instintivo e irracional, é o lado subjetivo, é o caminho que não tolera frustrações, o emocional. O Id no mapa está representado pela lua, nosso inconsciente. Ele é o que nos dirige ao prazer, ou dentro de uma ação reflexiva como o ato de espirrar,tossir,piscar, ou num processo primário, a satisfação de um desejo, como comer, dormir,sexo,conforto, a lua rege nossas sensações de conforto,carinho, proteção.

O ego é o lado objetivo, que satisfaz as necessidades do Id dentro de um plano, ele tem que para controlar as exigências do Id e do Superego . O ego em um mapa astral é representado pelo sol, indica nossa vontade, consciência do que queremos, ele atua com mercúrio , o planeta da razão, e desta maneira podemos pensar e logo perceber quem somos,o que queremos.

O Superego é o lado social, nossa personalidade estruturada para trabalhar em grupo,dentro dos limites de igualdade do mundo,tudo aquilo que pode e não pode. Ele é formado pelos valores familiares, e são reforçados pelo sistema.Quando somos punidos ou recompensados estamos formando o Superego, e ele é saturno no nosso mapa astral.

O superego inibi a atuação do Id, a nossa expressão instintiva em atitudes agressivas , sexuais por exemplo. Ele também inibe o Ego, criando limites moralistas. Ele luta pela perfeição. Um superego forte da à pessoa condições de controlar suas necessidades de Prazer.

O ego obedece os princípios da realidade, ele necessita saciar o Id sem ferir o Superego. Um ego sem controle ao Id torna o individuo um imoral, uma pessoa destrutiva, se for dominado pelo Superego podemos enlouquecer, viveríamos um descontentamento intolerável; e se não se submeter a estrutura social será destruído por ele. Temos que aprender a ter consciência de toda estrutura do Ego , uma maneira de aceitar, compreender, para que ele não se torne uma armadilha, mas a porta para entender o nosso Eu superior e encontrar a felicidade.

Pessoas com aspectos duros de saturno com seu ascendente, lua,sol ou planetas pessoais, formam um superego forte, aceitam com mais facilidade o cumprimento de deveres, responsabilidades, ao mesmo tempo em que sentem muito com qualquer tipo de repressão. Eles mesmos se punem, e limitam suas necessidades de prazer.

O EGO funciona sobre o comando do Id, diante atitudes de deleite. A criança quer porque quer aquilo que lhe agrada e com urgência, a criança quer seus desejos imediatamente atendidos, mas de qualquer maneira é uma fase em que ainda é fácil substituir um objeto de prazer por outro, muitas vezes a chupeta funciona como um aliado até que a mamadeira fique pronta.Isso acontece mais ou menos até os 3 anos de idade.

O SUPEREGO nasce em uma segunda etapa, mas vem desse principio da satisfação, é o início da fase menos imediatista para conquistar o que se deseja. A criança já mais velha espera o momento certo para ganhar um presente, como na época do aniversário, ou do natal. O Superego é o contentamento em conseguir o que se deseja por algum tipo de esforço. Com ele começamos a entender o tempo. Uma coisa temos que saber , tanto o Id como o Superego continuam fazendo parte da mente adulta, só que o superego já faz parte de um maior amadurecimento.

“O Superego nasce do complexo de Édipo”

Na idade de 3 até uns 6 anos , é quando o menino se apaixona pela mãe, e a menina pelo pai, justamente no momento da descoberta da sexualidade no seu sentido afetivo. Ao mesmo tempo a criança se identifica com o genitor do mesmo sexo. A criança da inicio a um momento de identificação com um de seus pais ou uma figura que os represente na sua estrutura de imagem , a mãe é a mulher e pai é o homem, e assim também começa um processo de rivalidade da filha com a mãe ou do filho com o pai. A filha tem ciúmes do pai por exemplo, e nessa época é que se criam os sentimentos de perseguição, punição, ou castração, os sentimentos entram em contradição. A criança já está competindo com seus pais, numa mistura de amor e ódio, onde ela realmente vai sair frustrada quando reconhecer o seu lugar na família. Sentimentalmente começa a fase de repressão,que leva a sensação de culpa,começa até uma aversão ao sexo oposto que só se resolverá na adolescência, é a fase da latência, onde se desenvolve o comportamento social e intelectual.Cada um lida a sua maneira com seu complexo de Édipo, com um resultado também diferente para cada qual, o que irá dar conseqüência a estrutura do Superego.

 

devilangel 

O superego está formado , cria-se a responsabilidade, a contenção do Id, dos desejos, aprende-se o que é proibido, o que é certo , errado, pelo sentimento de medo e de punição. Isso é saturno no nosso mapa astral, o planeta que indica onde nos sentimos rejeitados, onde nos punimos, ele ajuda a segurar nossos impulsos para viver em sociedade.

Na fase em que todas as necessidades da criança de amor e afeto devem ser atendidas, é um momento da simbiose, a criança acredita que tudo é extensão dela mesma, quando fecha os olhos ela pensa que ninguém enxerga também, ela pensa que ninguém existe se ela não existir, tudo que ela acredita os outros têm que querer também, ela não consegue separar sua individualidade dos demais. Quando sai da fase simbiótica, começa a entender o “não”, seu limites, saber que nem todos seus desejos são satisfeitos, principalmente de imediato, começa a entender que tem regras a serem cumpridas.

A fase simbiótica está mais associada à Lua no mapa, Superego é Saturno, aquele que pune, limita, saturno está representado pela figura do pai, é também ele que recompensa por um trabalho bem feito, mas tem que seguir as regras. Aceitar o tempo de maneira que vai surgindo a noção real de si, do Eu sou, do que gosto e não gosto, do que quero e não quero.

O homem chega ao conhecimento de si mesmo tanto por aquilo que o frustra, limita ( saturno),como por aquilo que o acolhe, aconchega, a lua (representada pela mãe). Saturno rege então essa experiência de separação da fase de simbiose, nos sentimos rejeitados, inferiores, solitários, anti-sociais, limitados. Com Saturno aprendemos a viver em sociedade,a conhecer nossos deveres e direitos. Saturno é o planeta que rege nosso lado social, responsável. Para viver em sociedade temos que ter nossos limites, aprendemos a ter força de vontade para atingir uma meta, e a nos satisfazer onde nossa vontade está dirigida para o esforço, sermos práticos, ambiciosos.

Plutão e saturno são planetas distantes, são as fronteiras de algo, estão na sombra, muito longe do Sol. Saturno é o Superego, a repressão de comportamentos e idéias que são contra as morais sociais. Plutão é uma sombra demoníaca, o que temos de mais perigoso no nosso interior, quando solto é mais forte do que as estruturas do Ego poderiam suportar, uma intensidade ameaçadora, obsessiva, destruidora. Temos que aceitar nossa sombra para poder evoluir. Plutão é o inconsciente coletivo em seu pior aspecto, como o ódio. O governo da Alemanha nazista, ou a inquisição , caça as bruxas, seria o desdobramento da sombra coletiva.

Num nível transpessoal Plutão representa a morte do Ego e o nascimento do Self livre, do Eu verdadeiro. Para isto acontecer Plutão trará para a consciência tudo o que deve ser eliminado, limpo, purificado para se regenerar, isso acontece sobre seus trânsitos em cima do sol ou de planetas pessoais. Ele é o Ego pelo poder.Por meio de plutão o Ego se defende da morte, do desconhecido, do poder.A agressividade e a violência nascem da necessidade de poder. Por meio de plutão lidamos com o podre da sociedade, transmutamos isso para nos regenerar, livre das ilusões do Ego, através de um processo doloroso. A dor da morte é um dos piores sentimentos que o Ego pode experimentar, a perda de valores de poder faz com que sejamos forçados a encontrar com nosso Eu interior. Os planetas transpessoais, como saturno, netuno, urano e plutão quando fazem aspectos com nosso sol no mapa, forçam a morte do nosso Ego, de maneira que possamos renascer.

Netuno já dissolve, destrói estruturas ultrapassadas, limitadoras de saturno. Com Netuno realmente entramos em contatos como Não Ego, ampliando nossa consciência mental emocional e espiritual. A ilusão de Netuno vem do lado material. Netuno é o “tanato”, que Freud caracterizou como o instinto de morte, um impulso natural que todos tem para se desintegração do Ego e para se integrar ao Todo, ao espiritual, ao Ego coletivo. Netuno nos leva para um tipo de nostalgia da vida intra-uterina. O desejo do fim da consciência individual. Netuno é a compaixão, o amor universal,é a oitava superior de Vênus. Vênus é o amor a dois que espera o retorno. Netuno é o amor incondicional, o amor que não espera trocas. As pessoas netunianas são empáticas, se colocam na posição do outro dentro dos seus sentimentos. Com netuno deixamos de nos sacrificar por causas próprias para cuidar do outro. Netuno é renuncia, amor sem recompensa. Netuno é a transcendência o espiritual. Netuno é o estar conosco mesmo , mas em sintonia com o todo, de maneira plena, harmônica.

Urano já é o Ego dentro do grupo, é quando deixamos de ser o individuo, e passamos a nos tornar as necessidades sociais. Urano rompe as estruturas sociais e limitadoras de saturno,a identificação com o grupo enfraquece o Ego individual em benefício do coletivo. Urano é encontrar nossos iguais dentro de um grupo especifico, é deixar nosso Ego individual formado pela família, sociedade ( que é saturno, Superego) e nos tornar o sentimento de um grupo. Conviver com diferentes grupos nos ajuda a entender o que é melhor para nós mesmos, a encontrar o nosso verdadeiro Eu. Urano trás o inevitável para nossa vida, seu contato assusta, provoca choques, ele amplia assim nossa consciência na busca do Eu, no choque que o Ego pode sofrer. Urano vê a humanidade como um todo vivo, composto por muitas diferenças que devem ser respeitadas e partilhadas, e que evolui como um Todo, uma célula contaminando a outra, caminhando para a igualdade através da diferença. Urano é a alta tecnologia, o mundo a da informática, onde deixamos de sermos nós mesmos, para se tornar mais um número, como acontece no mundo a informática, um mundo que perdemos nossa privacidade, e a quebramos estruturas do nosso Ego pessoal.

Saturno é o comprimento das regras, das leis, nossa inserção na sociedade, é a etapa na infância do “complexo de Édipo”, o complexo levará para a consolidação do Superego.

Júpiter é o primeiro planeta social, ele representa os nossos princípios religiosos, sociais, a moral, o significado da vida, de Deus. Nossos conceitos de certo e errado, mas não da maneira de Saturno, pessimista, mas de maneira positiva , de forma natural,é o controle do consciente. Júpiter indica onde não nos limitamos, onde acreditados e buscamos prazer, é uma fase boa, até o inicio da fase do Superego, quando saturno entra em cena. Com júpiter temos a formação da nossa filosofia, senso de justiça, honestidade, bondade, generosidade e piedade. Júpiter é a influencia espiritual, quando aprendemos nossos credos, e descobrimos que a fé remove montanhas. Júpiter é a busca da verdade, representa a lei e a ordem, a compreensão de algo maior, é busca de significados, a fase em dos porquês, a criança necessita acreditar em algo, a fase do crescimento rápido. Nossa expansão a nível material, intelectual, espiritual. Rege no mapa os estudos superiores, as viagens, o conhecimento que está além daquilo que conquistamos no meio, a longas viagens, os contatos culturais. Ele também é um planeta distante,do sol, e portanto está longe do Ego.

Marte já é o impulso instintivo, a agressão, a luta, o ataque e a defesa, a coragem. Sendo Vênus o equilíbrio, a necessidade de estar em grupo, compartilhar valores, marte é o lado individual, competitivo, nossa identificação com nossas necessidades. Marte não se preocupa com o que é comum, ele representa o lado auto-suficiente, independência, ambição, egocentrismos, impaciência. Marte é o que nos move, nossa ação, atitudes de sobrevivência, de conquistas, a afirmação de nossa individualidade. Ele destrói se for necessário para conquistar de maneira bruta, atrevida e infantil. Marte nos move pela conquista do desejo, ele pode ser comparado ao Id, pois marte é meio irracional. Vênus é paz a harmonia, marte é guerra,Vênus atrai, marte ativa, conquista, Vênus é amor, e marte é a paixão, Vênus é o afeto e marte a sexualidade.Vênus é a segurança de estar em grupo, a sobrevivência a nível solidário.Vênus é equilíbrio, a busca do outro como ponto de equilíbrio , são as relação sociais, casamento, sociedade. Vênus escolhe, busca valores,sociais( libra)materiais( touro). Vênus é a beleza na sua harmonia, a segurança, a riqueza, prosperidade.Vênus são valores exteriores, materiais, Vênus necessita ser aceito, e por isso coopera sempre. Vênus é o principio do prazer dos 2 aos 5 anos. Vênus rejeita a dor, a fome, o frio a falta de prazer.E Saturno retarda o prazer, um aspecto duro de Vênus e Saturno podemos concluir que uma pessoa sabe limitar o prazer em prol da sobrevivência. Vênus quer desfrutar e Saturno quer vencer,mesmo que tenha que bloquear o principio do prazer ( Vênus). Um mapa com aspectos duros de Saturno a pessoa sabe ter paciência para tingir seus objetivos, mas pode ter problemas na área do amor( Vênus) porque limita suas próprias necessidades, ai é necessário buscar o equilíbrio das duas energias, ninguém vive só de prazer e amor, e muito menos de punição medo, e ambição.

Mercúrio está muito próximo do sol , é o planeta do Eu penso, e sua proximidade com o sol faz nos confundir o que Sou do que eu Penso. Ser aquilo que pensa é Mercúrio conjunto com o sol, penso( mercúrio) logo existo( sol). Mercúrio, é o primeiro planeta que vai diferenciar o “eu sou” (sol) de todo o resto que eu “não sou”. Mercúrio é a capacidade pensar, aprender, refletir, analisar, discriminar, classificar.Mercúrio é assimilar as experiências, forma lógica e racional, estruturada. Mercúrio é o centro da consciência ( do sol), ele nos ajuda a entrar em contato com o que é exterior. É a mente que traz o sentido ao nosso Eu, o que penso logo me identifico,logo me atinge ou não, depende de como você lida com seu Mercúrio( sua mente). Ele age muito rápido, de maneira limpa e racional. Também é nosso sistema nervoso, rapidez, irritação, inquietação.

A lua é nossa emoção, nossa maneira de nutrir, proteger, cuidar. A lua é a noite escura, onde imaginamos, e imaginar é tarefa de câncer, regido pela lua. Lua é fantasia, criatividade. A lua rege as plantações, os mares . Ela é nossos medos, nossa defesa pessoal, o instinto, o passado a tradição, condicionamentos da nossa infância. O sol é o self consciente ( luz do dia) a lua é o Ego inconsciente, Lua é a memória emocional,o passado e a tradição. A lua é “anima”, a mãe, a terra, a casa, a proteção, a que nos nutre. O sol é o centro do sistema solar, é a luz, a vida, o centro consciente do self, é o que ordena, o que integra um mapa astral inteiro. Pelo sol nos encontramos nossa essência, é como nos percebemos, é a semente, o autoconhecimento, como somos como indivíduos, nosso processo para encontrar nossa verdadeira identidade. “No sistema solar, o sol ocupa posição central. Ele dá Luz, “vida” e ordem a todos os outros planetas. Na psique, sua função é a mesma. Ele é o centro integrador da consciência . É a parte consciente do self . É só a partir deste centro consciente, que se pode perceber, ordenar e integrar , o self total, representado pelo mapa astral inteiro.”

Conforme os trânsitos dos planetas sobre essas casas do mapa astral estamos trabalhando com uma parte do nosso Ego. Por isso os trânsitos de plutão são tão devastadores psicologicamente falando, ele é o planeta que tem maior potencial para aniquilar nosso Ego, ele não pede licença, plutão vem para fazer o que todos os planetas não conseguiram atingir, e se possível nos tira tudo para que possamos encontrar com nossa essência verdadeira, e acreditar que tudo realmente está nas mãos do criador.

Existem 4 estados do ego que podemos interpretar pelo mapa astral: O Nascimento, a criação ao acasalamento e a profissão.

A casa I : O EGO individual

A casa IV: O EGO familiar

A casa VII : O EGO social

A casa X: O EGO profissional

Casa I: nossa individualidade, a casa II e III, juntamente indicará o propósito que nos levou a reencarnar,aqui está nossa visa pessoal (casa I), nossos valores (casa II),nossa maneira de pensar (casa III).

Juntando tudo isso formaremos nossa classe, nosso descendência casa IV, nossa família, nosso meio, País, que nos ajudará a nos adaptar aos nossos contatos externos ( casa VII), onde começamos a observar que existem pessoas diferentes, da (casa I) o eu, do nosso meio ( casa III e IV,V,VI).Entramos no setor social casa (VII) aprendemos a nos sociabilizar além dos nossos afetos, aprendemos a lidar com pessoas diferentes, que nos atraímos, ou que tem ideais opostos,mas começamos a entender a necessidade de largar um pouco o ego, em prol das boas relações, Casa VI oposta da I, o outro. Inicia o momento de ser adulto, crescer, se responsabilizar, para ter seu ápice na casa X, casa da profissão, carreira, da nossa realização pessoal, aqui também sacrificamos nosso ego individual, casa I, nossos valores familiares casa (IV), começamos a conviver em um ambiente de autoridades, de regras, estruturas sociais ( casa X). Quando conseguimos desenvolver esse setor, partimos para a casa do não ego (XII), a dissolvência total, o sacrifício do EU, do ego família, do ego social, do ego realização, e começamos a nos preocupar com os problemas do mundo casa (XI), chegando na casa (XII) percebemos que nem sempre o grupo pode ser primordial, se não enxergar a raça humana como um todo ( casa XII). E finalmente encontramos nosso EU verdadeiro, livre das armadilhas do EGO, entendemos nosso destino.

A astrologia por meio da psicologia em condições ajudar uma pessoa a se encontrar com seu verdadeiro EU, a entender a fases difíceis, o que existe por trás de um perda, seja financeira, física, emocional. Enquanto o homem continuar preso ao seu Ego, se querer entender a sua essência continuará a ter uma vida em desequilíbrio, sem condições de evoluir com naturalidade.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

A CURA PELO PENSAMENTO Luiz Antônio Gasparetto

 

Luiz Antônio Gasparetto não mais um dos importantes médiuns psicopictográficos do mundo: como psicólogo, ele tem realizado um valioso trabalho em sua clínica"Aldeia da Vida". No texto a seguir – resultado de uma lista elaborada pela psicóloga americana Louise L. Hay e de sua própria experiência profissional-, Gasparetto mostra como a terapia psicoespiritual pode auxiliar na cura e prevenção de doenças.

O avanço da medicina no século 20, principalmente nas últimas décadas, tem-nos impressionado profundamente.Basta que vejamos uma sala cirúrgica ou um laboratório de check up e nossa imaginação parece nos transportar a um mundo fantástico, semelhante ao da ficção dos filmes americanos.

Mesmo assim, estes esforços não foram suficientes para que os homens descobrissem as causas verdadeiras das doenças.Para sanar tal embaraço intelectual-científico, os médicos falam no "acaso probabilístico",coisa que nós espiritualistas, temos que repudiar, visto compreendermos que "Deus não joga- Deus cria, e cria perfeito".

A resposta está na flagrante existência da alma ou espírito, que como ess6encia de vida e consciência, vontade e ação, vive dentro de um corpo mental que ativa o nosso corpo perispiritual (corpo astral), e este o corpo físico.

Na psicologia holística, o homem é visto como um todo integrado, onde qualquer comportamento está envolvendo toda a estrutura humana. Realça-se, assim, o importante comando do espírito sobre as suas outras áreas.

Sendo o espírito algo etéreo, é dentro da mente que ele atua mais diretamente. Ali, sua vontade move os intrincados mecanismos de seus corpos. Escolhe o mercado das idéias, os pensamentos em que quer acreditar, e ali imprime sua convicção, injetando-lhes força de ação. Estes pensamentos, chamados pensamentos-padrões , vão acionar- segundo sua qualidade- nossos aparelhos astrais e físicos desta ou daquela maneira.

Assim tanto os bons aspectos de nossas vidas como as doenças são freqüentemente resultado dos pensamentos- padrões que formam nossas experiências. Claro que não temos a intenção de mudarmos os bons pensamentos-padrões, pois gozamos seus bons resultados; são os pensamentos – padrões não saudáveis que nos preocupam mais.

Percebendo que ara esse problema físico já existe uma causa psíquica, podemos parar de culpar a vida e outras pessoas pelo que estava errado conosco e assumirmos inteira responsabilidade pelas nossas próprias experiências. Sem nos reprovarmos ou nos sentirmos culpados, podemos aprender como evitar criar pensamentos-padrões que levem a doenças no futuro.

Um exemplo particular: eu não podia entender como repentinamente minha nuca ficava tensa. Depois de aprender o conceito dos pensamentos-padrões, descobri que a nuca representa flexibilidade nas atividades, vendo diferentes lados das questões.

Eu fora muito inflexível e constantemente recusava ouvir outros pontos de vista; mais depois que me tornei mais maleável em meus pensamentos e habilidades, com uma agradável compreensão para ver os outros pontos de vista, minha nuca parou de perturbar-me. Agora se ela começa a doer um pouco, observo-me para ver onde meus pensamentos estão tensos e rígidos.

Para se eliminar permanentemente uma condição, precisamos primeiramente dissolver a causa. Mas, desde que freqüentemente não sabemos qual é a causa, achamos difícil saber onde começar.

Os pensamentos –padrões que causam mais doenças no corpo são todos aqueles resultantes das críticas, da raiva e do ressentimento. Por exemplo: a crítica conservada por longo tempo conduzirá a pessoa a uma doença como artrite. Raiva a levará a doenças que fervem, inflamam e queimam no corpo. Ressentimentos longamente mantidos retêm alimentos apodrecidos, que finalmente geram tumores e câncer. É bem mais fácil dissolver esses pensamentos – padrões negativos da nossa consciência quando nosso estado é sadio do que tentar elimina-los quando estamos em pânico e sob a ameaça de um bisturi de um cirurgião.

A seguinte lista de equivalentes mentais foi compilada a partir de um estudo feito pela psicóloga americana Louise L. Hay e do nosso próprio trabalho com clientes, como terapeuta psicoespiritual, na "Aldeia da Vida". Ela deverá ajuda-lo na busca da cura; é-lhe oferecida com amor e o desejo seguro de dividir com você os efeitos positivos de uma saúde mental mais consciente.

DOENÇAS

CAUSAS(Pensamentos – padrões negativos)

CURA( pensamentos- padrões positivos)

Abscessos

A pessoa se sente ferida: menosprezo,vingança

Eu não deixo meus pensamentos acelerarem, estou em paz

Acidentes

Rebelião contra autoridades: crença em violência, raiva.

Paz e segurança. Eu amo e aceito tudo na vida.

Acne

Não se aceitar, desamor de si.

Eu me amo, eu me aceito onde estou agora.Eu sou maravilhoso

Adenóides

Atritos familiares,discussões, criança se sente mal querida

A criança é querida e bem vinda

Alcoolismo

Sentimentos de futilidade, inadequação, culpa e auto-rejeição

Eu relaxo o passado.Eu tenho valor.Eu me amo e me aceito agora

Alergias

A quem você é alérgico? Falso ego e sensibilidade

Eu estou em paz, o mundo é seguro e amigo

Amidalite

Emoções reprimidas e medo; raiva reprimida

Nada impede o bom de mim. Eu permito a liberdade de expressão das idéias divinas, que fluem e ganham significado em mim

Anemia

Falta de prazer; desinteresse da vida

Meu mundo é cheio de alegria e estou interessado em tudo

Apendicite

Medo, medo da vida, bloqueio do fluxo das sensações

Alegria, eu relaxo e deixo as minhas sensações fluírem.

Arteriosclerose

Resistência, tensão,abertura mental estreita.

Eu estou completamente aberto para a vida e a alegria.a vida é bela.

Artrite

Amargura, ressentimento, crítica,sentimentos de desamor.

Amor e perdão.Eu deixo os outros serem eles mesmos e eu sou livre.

Asma

Supersensibilidade, amor sufocado; supressão do choro, sentimentos sufocados

Eu sou livre. Eu me encarrego da minha própria vida. Eu posso expressar meus sentimentos como eles são.

Ataques, congestão,golpes

Rejeição da vida, auto violência; resistência extrema

Eu aceito a vida passada, presente e futura,vida e alegria.

Bexiga(problemas da)

Ansiedade: resistência a novas idéias

Eu abandono o passado, despreocupo-me do futuro.
Eu aceito o que é novo agora.

Boca(problemas da)

Incapacidade de engolir idéias; fixação de opiniões e mente fechada

Eu dou boas vindas às idéias e conceitos novos.

Bronquite

Ambiente familiar inflamado

Paz. Ninguém consegue irritar-me.

Bursite

Raiva reprimida, vontade de bater em alguém.

Eu relaxo a raiva de maneira que ela não me cause mal.
O amor relaxa e descansa

Cãibras

Tensão,segurar-se, oprimir-se

Eu relaxo e deixo a vida fluir.

Câncer

Profundos segredos ou aflições corroendo o eu; retenção longa dos ressentimentos, ferimento profundo.

Não existem segredos. Eu deixo que o passado se vá . meu presente será preenchido com alegria.

Catarata

Futuro pouco claro; inabilidade de ver à frente

Eu sou livre, ávida eterna é cheia de alegria.

Ciática

Medo do dinheiro e do futuro

Eu me movimento no melhor de tudo. Meu bem esta em todo o lugar e estou seguro.

Cisto

Crescimento falso,fomentação de choque, machucados emocionais.

Eu dissolvo velhas raivas. Nada pode ferir-me.

Coceira

Desejos insatisfeitos, remorso, punição e culpa

Tudo que eu precisar estará sempre aqui. Eu aceito tudo de bom sem sentimento de culpa

Colesterol(excesso de )

Entupimento dos canais de prazer; medo de aceitar o prazer

O prazer é norma.meus canais estão largamente abertos.eu amo ávida

Colite

Pais superexcitados;opressão, menosprezo; necessidade de afeto.

Eu sou livre-pensador. Eu estou em paz na minha mente.

Contensão, machucaduras, esgotamento

Pequenos impactos da vida

Não existe razão para eu bater na vida. Estou agindo com amor

Coração (problemas do )

Problemas emocionais sérios, longamente suportados; falta de prazer, rejeição da vida, crença nas pressões e no esforço

Alegria, alegria, alegria.Amor e paz. Eu prazerosamente aceito tudo da vida.

Corcunda

Raiva atrás de você; ressentimento conservado

Eu vejo o passado com alegria. Ninguém jamais me fez mal.

Costas(problemas das)

Superior – falta de amparo emocional, retenção em pensamento do amor passado.
Inferior- falta de amparo econômico, medo do dinheiro

A vida por si me suporta; eu confio no universo, eu divinamente dou amor e confiança.

Crescimento

Nutrir ferimentos emocionais;falso censo de valores e orgulho

Perdão. Eu amo a mim mesmo e não irei fazer-me mal.

Dedos

Superexagerar nos detalhes da vida(unhas - superanalisar )

Eu relaxo consciente de que a sabedoria da vida cuida de todos os detalhes

Defeitos de nascença

Necessidade reencarnatória, você pediu para vir assim

Não se sinta culpado, você e seus pais têm algo a aprender

Dentes

Sustentar longas indecisões; incapacidade de derrubar idéias por análise ou decisão

Eu faço minhas decisões baseadas nos princípios da verdade e fico seguro com o resultado

Deslizamento de disco

Indecisão. Não se sentir emocionalmente amparado pelos outros.

Eu sou corajoso e independente. Eu sou amparado pela vida.

Desmaios

Medo; não poder conviver;ou enfrentar, apagar-se de tudo.

Eu tenho poder,força e conhecimento para lidar com tudo na vida.

Diabete

Profundo sentimento de mágoa, falta de açúcar na vida.

Eu permito que a vida seja gostosa.Eu deixo o passado ser apenas passado. Eu aceito que a alegria e o prezar sejam as bases da minha vida.

Doenças venéreas

Culpa sexual;crença de que os órgãos genitais são pecaminosos e sujos, necessidade de punição.

Eu amorosa e prazerosamente aceito minha sexualidade e sua expressão. Não há culpa sem punição.

Dor

Congestão, bloqueio, crença em barreiras, punição e culpa.

Eu descanso minha necessidade de punição.

Dor de cabeça

Tensão, revolta, contrariedades emocionais, sentimentos feridos.

Paz, amor, alegria, relaxamento. No meu mundo está tudo bem.

Dor de ouvido

Raiva; não querer ouvir.

Eu ouço com amor e prazer. Sempre escuto o bom de tudo.

Eczema

Supersensibilidade, individualidade machucada,personalidade ferida.

Eu sou seguro, ninguém ameaça minha individualidade.

Edema

O que ou quem não está deixando você sair?

Não me permito ficar preso no passado. Eu sou seguro e livre.

Enjôo de carro

Medo- dependência, sentimento de ser pego em armadilhas.

Eu ando facilmente no tempo e no espaço.Não existe o medo.

Enjôo do mar

Medo- medo da morte.

A vida continua,não existe a morte, somente mudanças

Entorpecimento

Reter amor e consideração.

Eu respondo à vida, reparto meus sentimentos e meu amor.Eu sinto...eu sinto...

Envelhecimento

Crença social, velhos pensamentos.

Eu me amo e me aceito em todas as idades, cada idade é perfeita.Eu sou espírito. Eu sou eterno.

Enxaqueca

Resistência ao fluir da vida; medos sexuais, desperdícios emocionais.

Eu descanso no fluxo da vida e deixo-a fluir através de mim com facilidade.

Epilepsia

Rejeição a vida, sensação de perseguição, violência contra si.

Eu amo a mim mesmo e a tudo na vida. A vida é uma eterna alegria.

Esclerose múltipla

Dureza mental, coração endurecido, vontade de ferro, inflexibilidade.

Eu não tento me controlar. Eu me solto com alegria na vida.

Espinhas

Crença na feiúra, culpa , ódio de si.

Eu não propago pensamentos feios,não há culpa. Eu amo todo o meu corpo.

Estômago ( problemas do)

Incapacidade de assimilar idéias, medo de novas idéias.

Eu assimilo novas idéias facilmente, a vida concorda comigo.

Excesso de peso

Insegurança- auto-rejeição; procura de amor; proteção do corpo; medo de perda, sufocar sentimentos.

Eu me aceito e me amo como eu sou. Eu sou sempre seguro no alimento espiritual.

Face (doenças da)

Representa individualidade, reconhecimento.

Eu reconheço meus próprios e verdadeiros valores. Minha individualidade está segura.

Fadiga

Resistência, aborrecimento, falta de amor pelo que faz

Estou entusiasmado com a vida e cheio de energia.

Febre

Queimar-se com alguém ou algo; raiva.

Eu sou a calma, expressão do amor e da paz.

Febre do feno

Congestão emocional; confusão nas crenças e medo do moralismo.

Eu nego qualquer crença em moralismo. Eu sou uno em tudo na vida.

Gagueira

Insegurança; falta de auto-expressão.

Eu me permito falar por mim mesmo. Eu sou seguro da minha própria expressão. Eu comunico com amor.

Garganta

É a avenida de expressão. Repressão de raiva; ferimentos emocionais engolidos.

Eu me expresso livremente com alegria. Ninguém pode ferir-me pois estou em paz.

Gastrite (dores de gases)

Reter as idéias indigestas: sufocar o ar por medo.

Eu relaxo e deixo a vida fluir facilmente através de mim.

Gengiva (problema da)

Inabilidade de levar avante as decisões uma vez que sejam tomadas.

Eu sou uma pessoa decidida.Eu me deixo ir pela vida.

Glândulas (problemas de)

Desequilíbrio; falta de ordem; distribuição insuficiente.

Eu estou em equilíbrio total. Meus sistemas estão em ordem.

Glaucoma

Pressão emocional por sustentar, por longo tempo, sentimentos feridos.

Ninguém pode jamais me ferir.Eu vejo com amor e ternura.

Gota

Impaciência, raiva, dominação.

Eu deixo o ego e sentimentos de superioridade irem-se. Eu deixo os outros serem o que são.

Gripe

Resposta à negatividade e crenças em geral; medo e crença em estatísticas.

Eu não governado por crenças de grupos ou preconceitos.Eu sou livre de todas as congestões e influências.

Hemorroidas

Carga, pressão, tensão, medo, medo de deixar acontecer.

Eu descanso todo o peso e as cargas e vivo na alegria do presente.

Hepatite

Medo, raiva, ser odiado .O fígado é o local da raiva e emoções primitivas.

Eu deixo ir agora tudo o que não preciso mais . Minha consciência está limpa e meus pensamentos são frescos, novos e cheios de vida.

Hérnia

Carga, resistência mental, auto punição; raiva expressões criativas incorretas.

Minha vida é calma e harmoniosa . Eu me amo com ternura.

Herpes

Prolongada suspensão nervosa

Eu estou descansado de todos os meus pensamentos e de todas minhas atividades. Que a paz esteja comigo e não o medo.

Hipoglicemia

Desequilíbrio no sistema

A aceitação do prazer equilibra o meu sistema.

Icterícia

Prejuízo, crenças descoloridas.

Eu sinto tolerância,compaixão e amor por todos

Impotência

Pressão sexual, então, culpa; crenças sociais, rancor contra um antigo parceiro.

Poder. Eu permito que todo o poder dos meus princípios sexuais opere com facilidade e prazer.

Inchaços,verrugas, manchas

Auto-rejeição, medo, falta de amor.

Eu só adiciono amor em mim. Nada terá mais poder em mim.

Indigestão

Medo, ansiedade, pavor.

Eu recebo o novo e facilmente o assimilo.

Infecções

Irritação, raiva , chateação.

Nada tem o poder de irritar-me,eu sou pacífico e harmonioso.

Insanidade

Escapismo, recolhimento, violenta separação da vida; ressentimentos familiares.

Minha mente sabe sua verdadeira identidade e eu sou o ponto criativo da expressão divina.

Insônia

Tensão, culpa e medo.

Eu descanso do dia e mergulho em um sono perfeito, pacífico, sabendo que o amanhã cuidará de mim.

Laringite

Medo de verbalizar opiniões; ressentimento da autoridade; raiva.

Eu posso falar por mim. Eu me expresso livremente

Mãos

A habilidade de segurar e deixar as idéias escaparem; medo de novas idéias.

Eu lido com todas as idéias com amor e facilidade.

Mau hálito

Atitudes podres, pensamentos estúpidos.

Eu falo com amor. Eu expiro somente o que é bom.

Menopausa (problemas de)

Medo de não ser mais querido; auto-rejeição , medo do envelhecimento.

Eu sou equilibrado em todos os ciclos de mudança e abençôo meu corpo com amor.

Nervos – nervosismo

Comunicação; luta, pressa, medo, ansiedade , pensamentos confusos.

Estou na interminável jornada pela eternidade.Que a paz esteja conosco. Não existe nenhum lugar para qual devamos apressar-nos.

Olhos (problemas dos)

Não gostar do que vê na sua vida; medo do futuro, não ver a verdade.

Eu vejo com olhos amorosos.Eu gosto do que vejo, eu vejo, eu vejo claramente, eu vejo a verdade.

Ombros (problemas dos)

Rebelião contra a autoridade (os ossos são a estrutura do universo)

Eu estou em paz com a autoridade. Em meu mundo eu sou minha própria autoridade.

Paralisia

Medo, escapismo, resistência, choque.

Eu sou uno com a vida.Eu bendigo minhas experiências.

Pele (problemas da)

Sentir-se ameaçado na individualidade, falta de segurança, impaciência,assadura; maneira do bebê ganhar atenção.

Eu aceito minha individualidade.Eu sou emocionalmente seguro.Eu ganho atenção de maneira positiva.

Pernas

Medo do futuro (as pernas carregam você para o frente)

Eu me movo com confiança e alegria.

Pés (problema dos)

Medo do futuro

Eu paro na verdade. Eu vou adiante com prazer;eu tenho compreensão espiritual.

Pescoço

Inflexibilidade, recusa em ver os outros lados da questão; teimosia

Eu sou flexível.Eu aceito outros pontos de vista.

Pneumonia

Desespero, cansaço da vida,preocupações emocionais, distúrbios internos.

Eu recebo livremente idéias divinas, impregnadas com o hálito da vida

Pressão sanguínea

Alta: manter por longo tempo problemas insolúveis
Baixa:depressão, mágoa, derrotismo, raiva.

Alta- eu sou alegria e deixo o passado dissolver-se
Baixa-eu vivo com muito mais alegria agora.A vida é alegria.

Próstata (problemas da)

Desistência, derrotismo, sensualidade excessiva com sentimento de culpa; crença na velhice.

Eu aceito minha masculinidade. Eu sou eternamente poderoso.Sexo é prazer.

Psoríase (descamamento da pele)

Insegurança emocional.

Eu sou pacífico e seguro .Eu estou em paz com tudo na vida.

Pulmões

Medo de receber e dar-se a vida.

A respiração da vida flui facilmente através de mim.

Quadris (problemas dos)

Medo de ir avante em decisões importantes.

Eu sigo adiante com alegria. Amparado e sustentado pelo poder da vida

Queimaduras

Raiva: queimar-se com os outros.

As pessoas não têm poder contra mim.Eu tenho paz no meu ambiente.

Raquitismo

Desequilíbrio emocional; falta de amor e segurança.

Eu sou seguro e nutrido pelo amor do universo.

Resfriados

Confusão, desordem,pequenos machucados;família e crenças estereotipadas.

Eu sou um livre-pensador. Eu estou em paz com minha mente.

Retenção de líquido

O que é que você tem medo de perder?

Eu descanso com alegria e espontaneidade.

Reumatismo

Falta de amor; ressentimento; amargura crônica, vingança.

Eu tenho compaixão com os outros e comigo, eu aceito sentimentos prazerosamente.

Rins (problemas dos)

Crítica, sensibilidade, desapontamento.

Eu vejo somente o bom em tudo.Ações corretas estão sendo tomadas e eu estou realizado.

Roer unhas

Separação dos pais;pedaço de si que se recalca.

Eu sou um indivíduo naturalmente criativo.Eu aceito e sou seguro em minha maturidade.

Sangue (problemas no)

Falta de alegria; falta de circulação das idéias; pensamentos estagnados.

Alegria. Com alegria as novas idéias circulam livremente.

Sinusite

Presença de pessoas que o irritam.

Ninguém tem o poder de irritar-me a menos que eu permita.Paz e harmonia.

Surdez

O que você não quer escutar?Rejeição, teimosia, isolamento.

Eu escuto Deus.Eu escuto o prazer e a vida.Eu sou parte da vida.

Tórax- cisto doloroso

Supersedimentação de atitudes e propósitos na vida; superproteção.

Eu sou livre e permito liberdade a todos.

Tosse

Nervosismo, amolação, crítica.

Eu me expresso pacificamente. Eu falo com amor.

Tuberculose

Egoísmo, possessão; crueldade.

Eu não me sufoco na vida.Meus pensamentos desenvolvem-se sobre ótimas idéias. Todos os momentos da minha vida são cheios de sentido.

Tumor

Crescimento falso; ferimentos e choque emocionais alimentados.

Descanso e perdão. O amor dissolve os ferimentos.

Tumor no cérebro

Crenças incorretas computadas; teimosia , recusa em mudar os velhos padrões.

Tudo na vida é mudança. Meus padrões de crescimento são sempre novos.

Úlceras

Algo se corrói em você; ansiedade , medo , tensão, crença em pressões.

Nada pode irritar-me. Sou pacífico, calmo e feliz.

Urinar na cama

Medo dos pais (normalmente do pai).

Amor, compreensão e compaixão.

Urticária

Pequenos medos escondidos; exagero de pequenos problemas.

Estou em paz com as pequenas coisas da vida.

Vaginite

Culpa sexual; sentimento de perda de alguém ou algo amado.

As formas e as vias podem mudar, o amor nunca se perde. Todas as partes do meu corpo são bonitas.

Varizes

Negatividade,resistência; remoer emoções; sustentar um trabalho que você odeia; circulação antravada, atulhada de idéias; desencorajamento.

Eu me movimento e vivo com prazer. Eu amo a vida e circulo livremente.

Vesícula (pedras na)

Amargura; pensamentos dolorosos que você não encontra meios de evitar.

Jubilosamente deixo o passado ir-se. A vida é boa, eu sou bom.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

A ESCOLHA DO ANIMAL DE ESTIMAÇÃO CONFORME O SIGNO LUNAR

 

Como a lua no nosso Mapa Natal tem o significado de conforto, proteção,a escolha de um animal de estimação conforme nosso signo lunar seria apropriado para nos transmitir tranqüilidade emocional.

Se você desconhecer seu signo lunar, me envie por email seus dados, data de nascimento local e horário para lhe informar.(marileches@gmail.com)

Ari1 Lua Natal em Áries: Animais fortes e robustos.Como costumamos projetar nossas necessidades físicas e psicológicas no nosso animal de estimação é provável que a escolha recaia sobre cães de guarda ou os usados em competições esportivas. No fundo você se atrairá por animais que lhe dêem segurança.

Tau1 Lua Natal em Touro: os animais viverão no luxo, no conforto ou servirão de investimento.a tendência será adquirir animais que precisarão de uma dieta ou de cuidados especiais.eles talvez sejam adotados por serem raros ou por correrem o risco de extinção.os taurinos se preocupam em preservar a natureza.

Gem1 Lua Natal em Gêmeos: animais que podem aprender a “falar” , como os papagaios são uma boa opção. Pássaros canoros também despertam interesse,bem como um gato ou um cachorro com o qual possa conversar.

Can1 Lua Natal em Câncer: Animais como a Tartaruga despertam a atenção de quem é desse signo lunar,visto que a Tartaruga é um animal tranqüilo que leva sua casa nas costas, como a maioria dos cancerianos. Uma ninhada de cães para os mais extrovertidos, atendendo ao seu senso de família

 Lion1 Lua Natal em Leão: Os leoninos gostam de animais extraordinários, ou incomuns. Feras africanas, cavalos se puderem exibi-los em corridas. Alguns leoninos gostam de cobras exóticas, visto que gostam de mostrar o seu domínio sobre os animais que muitas pessoas temem.

Vir1 Lua Natal em Virgem: Tanto o signo solar, como lunar os virginianos gostam muito dos animais de companhia., acabam tendo um relacionamento intimo com o dono como mais um membro da família.Geralmente estão metidos em sociedades protetoras de animais, ou adotando eles na rua.

Lib1 Lua Natal em Libra: animais inteligentes, como o pastor alemão,ou os de companhia como o cão chihuahua. Os ferrets , porquinhos da índia, hamsters,ou até mesmo ratinhos brancos.Os gatos persas, pois libriano gosta de animais charmosos e belos.

Sco1Lua natal em Escorpião: Animais de temperamento forte, ou exóticos como cobras e lagartos. Aves de rapina como os Falcões, também despertam o interesse dos escorpioninos.Alguns gostam de colecionar aracnídeos, quando pelo contrário não sentem pavor.

Sag1 Lua natal em Sagitário: Também curtem animais inteligentes, que obedeçam ao seu comando.Cavalos, cães e gatos, principalmente os siameses que despertam a atenção quando se aproximam deles. Sagitarianos gostam de ver os animais livres.

Cap1 Lua natal em Capricórnio: Animais de carga que demonstram resistência. Paixão por cães de caça, e se tiverem espaço é possíveis que criem cabras.

Aqu1 Lua natal em Aquário: As pessoas com a lua em aquário gostam de ter muitos animais, em uma mistura eclética de raças e espécies. Se não tiver espaço é possível que possuam um grande aquário.

Pis1 Lua natal em Peixes: Gostam de animais intuitivos. As pessoas com lua em peixes muitas vezes se dão melhor com seus animais de estimação do que com as pessoas. Os gatos podem estar entre os seus preferidos, visto que o gato é bastante intuitivo.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

EGO, O FALSO CENTRO

Um texto muito bom de Osho, ser que atingiu a iluminação aos 21 anos. Se você busca eliminar aquele que é o último apego, o último desejo, enfim, o eu inferior, então leia até o fim:

 

egos

EGO, O FALSO CENTRO

O primeiro ponto a ser compreendido é o ego.

Uma criança nasce sem qualquer conhecimento, sem qualquer consciência de seu próprio eu. E quando uma criança nasce, a primeira coisa da qual ela se torna consciente não é ela mesma; a primeira coisa da qual ela se torna consciente é o outro. Isso é natural, porque os olhos se abrem para fora, as mãos tocam os outros, os ouvidos escutam os outros, a língua saboreia a comida e o nariz cheira o exterior. Todos esses sentidos abrem-se para fora. O nascimento é isso.

Nascimento significa vir a este mundo, o mundo exterior. Assim, quando uma criança nasce, ela nasce neste mundo. Ela abre seus olhos, vê aos outros. O "outro" significa o tu. Ela primeiro se torna consciente da mãe. Então, pouco a pouco, ela se torna consciente de seu próprio corpo. Este também é o outro, também pertence ao mundo. Ela está com fome e passa a sentir o corpo; quando sua necessidade é satisfeita, ela esquece o corpo.

É desta maneira que a criança cresce.

Primeiro ela se torna consciente do você, do tu, do outro, e então, pouco a pouco, contrastando com você, tu, ela se torna consciente de si mesma. Essa consciência é uma consciência refletida. Ela não está consciente de quem ela é. Ela está simplesmente consciente da mãe e do que esta pensa a seu respeito. Se a mãe sorri, se ela aprecia a criança, se diz: "Você é bonita", se ela a abraça e a beija, a criança sente-se bem a respeito de si mesma. Agora um ego está nascendo. Através da apreciação, do amor, do cuidado, ela sente que é boa, ela sente que tem valor, ela sente que tem importância. Um centro está nascendo. Mas esse centro é um centro refletido. Ela não é o ser verdadeiro. A criança não sabe quem ela é; ela simplesmente sabe o que os outros pensam a seu respeito.

E esse é o ego: o reflexo, aquilo que os outros pensam. Se ninguém pensa que ela tem alguma utilidade, se ninguém a aprecia, se ninguém lhe sorri, então, também, um ego nasce - um ego doente, triste, rejeitado, como uma ferida; sentindo-se inferior, sem valor. Isso também é o ego. Isso também é um reflexo.

Primeiro a mãe - e mãe, no início, significa o mundo. Depois os outros se juntarão à mãe, e o mundo irá crescendo. E quanto mais o mundo cresce, mais complexo o ego se torna, porque muitas opiniões dos outros são refletidas. O ego é um fenômeno acumulativo, um subproduto do viver com os outros. Se uma criança vive totalmente sozinha, ela nunca chegará a desenvolver um ego. Mas isso não vai ajudar. Ela permanecerá como um animal. Isso não significa que ela virá a conhecer o seu verdadeiro eu, não. O verdadeiro pode ser conhecido somente através do falso, portanto, o ego é uma necessidade. Temos que passar por ele. Ela é uma disciplina. O verdadeiro pode ser conhecido somente através da ilusão. Você não pode conhecer a verdade diretamente. Primeiro você tem que conhecer aquilo que não é verdadeiro. Primeiro você tem que encontrar o falso. Através desse encontro, você se torna capaz de conhecer a verdade. Se você conhece o falso como falso, a verdade nascerá em você.

O ego é uma necessidade; é uma necessidade social, é um subproduto social. A sociedade significa tudo o que está ao seu redor, não você, mas tudo aquilo que o rodeia. Tudo, menos você, é a sociedade. E todos refletem. Você irá para a escola e o professor refletirá quem você é. Você fará amizade com outras crianças e elas refletirão quem você é. Pouco a pouco, todos estão adicionando algo ao seu ego, e todos estão tentando modificá-lo, de tal forma que você não se torne um problema para a sociedade.

Eles não estão interessados em você. Eles estão interessados na sociedade.
A sociedade está interessada nela mesma, e é assim que deveria ser. Ela não está interessada no fato de que você deveria se tornar um conhecedor de si mesmo. Interessa-lhe que você se torne uma peça eficiente no mecanismo da sociedade. Você deveria ajustar-se ao padrão. Assim, estão tentando dar-lhe um ego que se ajuste à sociedade. Ensinam-lhe a moralidade. Moralidade significa dar-lhe um ego que se ajustará à sociedade. Se você for imoral, você será sempre um desajustado em um lugar ou outro.

É por isso que colocamos os criminosos nas prisões - não que eles tenham feito alguma coisa errada, não que ao colocá-los nas prisões iremos melhorá-los, não. Eles simplesmente não se ajustam. Eles criam problemas. Eles têm certos tipos de egos que a sociedade não aprova. Se a sociedade aprova, tudo está bem.

Um homem mata alguém - ele é um assassino. E o mesmo homem, durante a guerra, mata milhares - e torna-se um grande herói. A sociedade não está preocupada com o homicídio, mas o homicídio deveria ser praticado para a sociedade - então tudo está bem. A sociedade não se preocupa com moralidade.

Moralidade significa simplesmente que você deve se ajustar à sociedade.

Se a sociedade estiver em guerra, a moralidade muda. Se a sociedade estiver em paz, existe uma moralidade diferente. A moralidade é uma política social. É diplomacia. E toda criança deve ser educada de tal forma que ela se ajuste à sociedade; e isso é tudo, porque a sociedade está interessada em membros eficientes. A sociedade não está interessada no fato de que você deveria chegar ao autoconhecimento. A sociedade cria um ego porque o ego pode ser controlado e manipulado. O eu nunca pode ser controlado e manipulado. Nunca se ouviu dizer que a sociedade estivesse controlando o eu - não é possível. E a criança necessita de um centro; a criança está absolutamente inconsciente de seu próprio centro. A sociedade lhe dá um centro e a criança pouco a pouco fica convencida de que este é o seu centro, o ego dado pela sociedade.

Uma criança volta para casa - se ela foi o primeiro aluno de sua classe, a família inteira fica feliz. Você a abraça e a beija, e você coloca a criança no colo e começa a dançar e diz: "Que linda criança! Você é um motivo de orgulho para nós." Você está dando um ego a ela. Um ego sutil. E se a criança chega em casa abatida, fracassada, um fiasco - ela não pode passar, ou ela tirou o último lugar - então ninguém a aprecia e a criança sente-se rejeitada. Ela tentará com mais afinco na próxima vez, porque o centro se sente abalado. O ego está sempre abalado, sempre à procura de alimento, de alguém que o aprecie. É por isso que você está continuamente pedindo atenção.

Ouvi contar:
Mulla Nasrudin e sua esposa estavam saindo de uma festa, e Mulla disse:
"Querida, alguma vez alguém já lhe disse que você é fascinante, linda, maravilhosa?"

Sua esposa sentiu-se muito, muito bem, ficou muito feliz. Ela disse: "Eu me pergunto por que ninguém jamais me disse isso."
Nasrudin disse: "Mas então de onde você tirou essa idéia?"

Você obtém dos outros a idéia de quem você é. Não é uma experiência direta. É dos outros que você obtém a idéia de quem você é. Eles modelam o seu centro.

Esse centro é falso, porque você contém o seu centro verdadeiro. Este não é da conta de ninguém. Ninguém o modela, você vem com ele. Você nasce com ele. Assim, você tem dois centros. Um centro com o qual você vem, que lhe é dado pela própria existência. Este é o eu. E o outro centro, que lhe é dado pela sociedade - o ego. Ele é algo falso - e é um grande truque. Através do ego a sociedade está controlando você. Você tem que se comportar de uma certa maneira, porque somente então a sociedade o aprecia. Você tem que caminhar de uma certa maneira: você tem que rir de uma certa maneira; você tem que seguir determinadas condutas, uma moralidade, um código. Somente então a sociedade o apreciará, e se ela não o fizer, o seu ego ficará abalado. E quando o ego fica abalado, você já não sabe onde está, quem você é. Os outros lhe deram a idéia.

Essa idéia é o ego.

Tente entendê-lo o mais profundamente possível, porque ele tem que ser jogado fora. E a menos que você o jogue fora, nunca será capaz de alcançar o eu. Por estar viciado no centro, você não pode se mover, e você não pode olhar para o eu. E lembre-se, vai haver um período intermediário, um intervalo, quando o ego estará despedaçado, quando você não saberá quem você é, quando você não saberá para onde está indo, quando todos os limites se dissolverão. Você estará simplesmente confuso, um caos.

Devido a esse caos, você tem medo de perder o ego. Mas tem que ser assim. Temos que passar através do caos antes de atingir o centro verdadeiro. E se você for ousado, o período será curto. Se você for medroso e novamente cair no ego, e novamente começar a ajeitá-lo, então, o período pode ser muito, muito longo; muitas vidas podem ser desperdiçadas.

Ouvi dizer:
Uma criancinha estava visitando seus avós. Ela tinha apenas quatro anos de idade. De noite, quando a avó a estava fazendo dormir, ela de repente começou a chorar e a gritar:
"Eu quero ir para casa. Estou com medo do escuro."
Mas a avó disse:
"Eu sei muito bem que em sua casa você também dorme no escuro; eu nunca vi a luz acesa: Então por que você está com medo aqui?"
O menino disse:
"Sim, é verdade - mas aquela é a minha escuridão. Esta escuridão é completamente desconhecida."

Até mesmo com a escuridão você sente: "Esta é minha."

Do lado de fora - uma escuridão desconhecida. Com o ego você sente: "Esta é a minha escuridão." Pode ser problemática, pode criar muitos tormentos, mas ainda assim, é minha. Alguma coisa em que se segurar, alguma coisa em que se agarrar, alguma coisa sob os pés; você não está em um vácuo, não está em um vazio. Você pode ser infeliz, mas pelo menos você é.

Até mesmo o ser infeliz lhe dá uma sensação de "eu sou". Afastando-se disso, o medo toma conta; você começa a sentir medo da escuridão desconhecida e do caos - porque a sociedade conseguiu clarear uma pequena parte do seu ser... É o mesmo que penetrar em uma floresta. Você faz uma pequena clareira, você limpa um pedaço de terra, você faz um cercado, você faz uma pequena cabana; você faz um pequeno jardim, um gramado, e você sente-se bem. Além de sua cerca - a floresta, a selva. Aqui tudo está bem; você planejou tudo. Foi assim que aconteceu. A sociedade abriu uma pequena clareira em sua consciência. Ela limpou apenas uma pequena parte completamente e cercou-a. Tudo está bem ali. Todas as suas universidades estão fazendo isso. Toda a cultura e todo o condicionamento visam apenas limpar uma parte, para que você possa se sentir em casa ali.

E então você passa a sentir medo. Além da cerca existe perigo. Além da cerca você é, tal como dentro da cerca você é - e sua mente consciente é apenas uma parte, um décimo de todo o seu ser. Nove décimos estão aguardando no escuro. E dentro desses nove décimos, em algum lugar, o seu centro verdadeiro está oculto.

Precisamos ser ousados, corajosos. Precisamos dar um passo para o desconhecido.

Por um certo tempo, todos os limites ficarão perdidos.

Por um certo tempo, você vai sentir-se atordoado.

Por um certo tempo, você vai sentir-se muito amedrontado e abalado, como se tivesse havido um terremoto.

Mas se você for corajoso e não voltar para trás, se você não voltar a cair no ego, mas for sempre em frente, existe um centro oculto dentro de você, um centro que você tem carregado por muitas vidas.

Esta é a sua alma, o eu.

Uma vez que você se aproxime dele, tudo muda, tudo volta a se assentar novamente. Mas agora esse assentamento não é feito pela sociedade. Agora, tudo se torna um cosmos e não um caos; nasce uma nova ordem. Mas esta não é a ordem da sociedade - é a própria ordem da existência. É o que Buda chama de Dharma, Lao Tsé chama de Tao, Heráclito chama de Logos. Não é feita pelo homem. É a própria ordem da existência.

Então, de repente tudo volta a ficar belo, e pela primeira vez, realmente belo, porque as coisas feitas pelo homem não podem ser belas. No máximo você pode esconder a feiúra delas, isso é tudo. Você pode enfeitá-las, mas elas nunca podem ser belas. A diferença é a mesma que existe entre uma flor verdadeira e uma flor de plástico ou de papel. O ego é uma flor de plástico, morta. Não é uma flor, apenas parece com uma flor. Até mesmo lingüisticamente, chamá-la de flor está errado, porque uma flor é algo que floresce. E essa coisa de plástico é apenas uma coisa e não um florescer. Ela está morta. Não há vida nela. Você tem um centro que floresce dentro de você. Por isso os hindus o chamam de lótus - é um florescer. Chamam-no de o lótus das mil pétalas. Mil significa infinitas pétalas. O centro floresce continuamente, nunca para, nunca morre. Mas você está satisfeito com um ego de plástico. Existem algumas razões para que você esteja satisfeito. Com uma coisa morta, existem muitas vantagens. Uma é que a coisa morta nunca morre. Não pode - nunca esteve viva. Assim você pode ter flores de plástico, e de certa forma elas são boas. Elas são permanentes; não são eternas, mas são permanentes. A flor verdadeira, a flor que está lá fora no jardim, é eterna, mas não é permanente. E o eterno tem uma maneira própria de ser eterno. A maneira do eterno é nascer muitas e muitas vezes... e morrer. Através da morte, o eterno se renova, rejuvenesce.

Para nós, parece que a flor morreu - ela nunca morre. Ela simplesmente troca de corpo, assim está sempre fresca. Ela deixa o velho corpo e entra em um novo corpo. Ela floresce em algum outro lugar, nunca deixa de estar florescendo.

Mas não podemos ver a continuidade porque a continuidade é invisível. Vemos somente uma flor, outra flor; nunca vemos a continuidade. Trata-se da mesma flor que floresceu ontem. Trata-se do mesmo sol, mas em um traje diferente.

O ego tem uma certa qualidade - ele está morto. É de plástico. E é muito fácil obtê-lo, porque os outros o dão a você. Você não o precisa procurar; a busca não é necessária para ele. Por isso, a menos que você se torne um buscador à procura do desconhecido, você ainda não terá se tornado um indivíduo. Você é simplesmente uma parte da multidão. Você é apenas uma turba. Quando você não tem um centro autêntico, como você pode ser um indivíduo? O ego não é individual. O ego é um fenômeno social - ele é a sociedade, não é você. Mas ele lhe dá um papel na sociedade, uma posição na sociedade. E se você ficar satisfeito com ele, você perderá toda a oportunidade de encontrar o eu.

E por isso você é tão infeliz.

Com uma vida de plástico, como você pode ser feliz? Com uma vida falsa, como você pode ser extático e bem-aventurado? E esse ego cria muitos tormentos, milhões deles. Você não pode ver, porque se trata da sua escuridão. Você está em harmonia com ela. Você nunca reparou que todos os tipos de tormentos acontecem através do ego? Ele não o pode tornar abençoado; ele pode somente torná-lo infeliz.

O ego é o inferno.

Sempre que você estiver sofrendo, tente simplesmente observar e analisar, e você descobrirá que, em algum lugar, o ego é a causa do sofrimento. E o ego continua encontrando motivos para sofrer.

Uma vez eu estava hospedado na casa de Mulla Nasrudin. A esposa estava dizendo coisas muito desagradáveis a respeito de Mulla Nasrudin, com muita raiva, aspereza, agressividade, muito violenta, a ponto de explodir. E Mulla Nasrudin estava apenas sentado em silêncio, ouvindo. Então, de repente, ela se voltou para ele e disse: "Então, mais uma vez você está discutindo comigo!" Mulla disse: "Mas eu não disse uma única palavra!"

A esposa replicou: "Sei disso - mas você está ouvindo muito agressivamente." Você é um egoísta, como todos são. Alguns são muito grosseiros, evidentes, e estes não são tão difíceis. Outros são muito sutis, profundos, e estes são os verdadeiros problemas.

O ego entra em conflito com outros continuamente porque cada ego está extremamente inseguro de si mesmo. Tem que estar - ele é uma coisa falsa. Quando você nada tem nas mãos, mas acredita ter algo, então haverá um problema. Se alguém disser: "Não há nada", imediatamente começa a briga porque você também sente que não há nada. O outro o torna consciente desse fato. O ego é falso, ele não é nada.

E você também sabe isso.

Como você pode deixar de saber isso? É impossível! Um ser consciente - como pode ele deixar de saber que o ego é simplesmente falso? E então os outros dizem que não existe nada - e sempre que os outros dizem que não existe nada, eles batem numa ferida, eles dizem uma verdade - e nada fere tanto quanto a verdade. Você tem que se defender, porque se você não se defende, se não se torna defensivo, onde estará você?

Você estará perdido. A identidade estará rompida.

Assim, você tem que se defender e lutar - este é o conflito. Um homem que alcança o eu nunca se encontra em conflito algum. Outros podem vir e entrar em choque com ele, mas ele nunca está em conflito com ninguém.

Aconteceu de um mestre Zen estar passando por uma rua. Um homem veio correndo e o golpeou duramente. O mestre caiu. Logo se levantou e voltou a caminhar na mesma direção na qual estava indo antes, sem nem ao menos olhar para trás. Um discípulo estava com o mestre. Ele ficou simplesmente chocado. Ele disse:
"Quem é esse homem? O que significa isso? Se a gente vive desta maneira, qualquer um pode vir e nos matar. E você nem ao menos olhou para aquela pessoa, quem é ela, e por que ela fez isso?"

O mestre disse: "Isso é problema dela, não meu."

Você pode entrar em choque com um iluminado, mas esse é seu problema, não dele. E se você fica ferido nesse choque, isso também é problema seu. Ele não o pode ferir. É como bater contra uma parede - você ficará machucado, mas a parede não o machucou.

O ego sempre está procurando por algum problema. Por quê?

Porque se ninguém lhe dá atenção o ego sente fome. Ele vive de atenção.

Assim, mesmo se alguém estiver brigando e com raiva de você, mesmo isso é bom, pois pelo menos você está recebendo atenção. Se alguém o ama, isso está bem. Se alguém não o está amando, então até mesmo a raiva servirá. Pelo menos a atenção chega até você. Mas se ninguém estiver lhe dando qualquer atenção, se ninguém pensa que você é alguém importante, digno de nota, então como você vai alimentar o seu ego?

A atenção dos outros é necessária.

Você atrai a atenção dos outros de milhões de maneiras; veste-se de um certo jeito, tenta parecer bonito, comporta-se bem, torna-se muito educado, transforma-se. Quando você sente o tipo de situação que está ocorrendo, você imediatamente se transforma para que as pessoas lhe dêem atenção. Esta é uma forma profunda de mendicância. Um verdadeiro mendigo é aquele que pede e exige atenção. Um verdadeiro imperador é aquele que vive em sua interioridade; ele tem um centro próprio, não depende de mais ninguém.

Buda sentado sob sua árvore Bodhi... Se o mundo inteiro de repente vier a desaparecer, isso fará alguma diferença para Buda? - nenhuma. Não fará diferença alguma, absolutamente. Se o mundo inteiro desaparecer, não fará diferença alguma porque ele atingiu o centro.

Mas você, se sua esposa foge, se ela pede divórcio, se ela o deixa por outro, você fica totalmente em pedaços - porque ela lhe dava atenção, carinho, amor, estava sempre à sua volta, ajudando-o a sentir-se alguém. Todo o seu império está perdido, você está simplesmente despedaçado. Você começa a pensar em suicídio. Por quê? Por que, se a esposa o deixa, você deveria cometer suicídio? Por que, se o marido a deixa, você deveria cometer suicídio? Porque você não tem um centro próprio. A esposa estava lhe dando o centro; o marido estava lhe dando o centro.

É assim que as pessoas existem. É assim que as pessoas se tornam dependentes umas das outras. É uma profunda escravidão. O ego tem que ser um escravo. Ele depende dos outros. E somente uma pessoa que não tenha ego é, pela primeira vez, um mestre; ela deixa de ser uma escrava. Tente entender isso. E comece a procurar o ego - não nos outros, isso não é da sua conta, mas em você. Toda vez que se sentir infeliz, imediatamente feche os olhos e tente descobrir de onde a infelicidade está vindo, e você sempre descobrirá que é o falso centro que entrou em choque com alguém.

Você esperava algo e isso não aconteceu. Você esperava algo e justamente o contrário aconteceu - seu ego fica estremecido, você fica infeliz. Simplesmente olhe, sempre que estiver infeliz, tente descobrir a razão.

As causas não estão fora de você.

A causa básica está dentro de você - mas você sempre olha para fora, você sempre pergunta:
Quem está me tornando infeliz?
Quem está causando minha raiva?
Quem está causando minha angústia?

E se olhar para fora, você não perceberá. Simplesmente feche os olhos e olhe para dentro. A origem de toda a infelicidade, a raiva, a angústia, está oculta dentro de você; é o seu ego.

E se você encontrar a origem, será fácil ir além dela. Se você puder ver que é o seu próprio ego que lhe causa problemas, você vai preferir abandoná-lo - porque ninguém é capaz de carregar a origem da infelicidade, uma vez que a tenha entendido.

E lembre-se, não há necessidade de abandonar o ego.

Você não o pode abandonar.

Se você o tentar abandonar, estará apenas conseguindo um outro ego mais sutil, que diz: "Tornei-me humilde".
Não tente ser humilde. Isso é o ego novamente; às escondidas, mas não morto.

Não tente ser humilde.

Ninguém pode tentar ser humilde e ninguém pode criar a humildade através do próprio esforço - não. Quando o ego já não existe, uma humildade vem até você. Ela não é uma criação. É uma sombra do seu verdadeiro centro.

E um homem realmente humilde não é nem humilde nem egoísta. Ele é simplesmente simples.

Ele nem ao menos se dá conta de que é humilde.

Se você se dá conta de que é humilde, o ego continua existindo. Olhe para as pessoas humildes... Existem milhões que acreditam ser muito humildes. Eles se curvam com facilidade, mas observe-as - elas são os egoístas mais sutis. Agora a humildade é a sua fonte de alimento. Elas dizem: "Eu sou humilde", e olham para você esperando que você as valorize. Gostariam que você dissesse: "Você é realmente humilde, na verdade, você é o homem mais humilde do mundo; ninguém é tão humilde quanto você." E então observe o sorriso que surge em seus rostos.

O que é o ego? O ego é uma hierarquia que diz: "Ninguém se compara a mim." Ele pode se alimentar da humildade - "Ninguém se compara a mim, sou o homem mais humilde.

Aconteceu certa vez:
Um faquir - um mendigo - estava orando em uma mesquita, de madrugada, enquanto ainda estava escuro. Era um dia religioso qualquer para os muçulmanos, e ele estava orando e dizendo:
"Eu não sou ninguém, eu sou o mais pobre dos pobres, o maior pecador entre os pecadores."

De repente havia mais uma pessoa orando. Era o imperador daquele país, e ele não havia percebido que havia mais alguém ali orando - estava escuro e o imperador também estava dizendo:
"Eu não sou ninguém. Eu não sou nada. Eu sou apenas um vazio, um mendigo à sua porta."
Quando ouviu que mais alguém estava dizendo a mesma coisa, o imperador disse:
"Pare! Quem está tentando me superar? Quem é você? Como ousa dizer, diante do imperador, que você não é ninguém, quando ele está dizendo que não é ninguém?"

É assim que o ego funciona. Ele é tão sutil! Suas maneiras são tão sutis e astutas; você deve estar muito, muito alerta, somente então você o perceberá. Não tente ser humilde. Apenas tente ver que todo o tormento, toda a angústia vem através dele.

Apenas observe! Não há necessidade de o abandonar. Você não o pode abandonar. Quem o abandonará? Então o abandonador se tornará o ego. Ele sempre volta. Faça o que fizer, fique de fora, olhe, e observe. Qualquer coisa que você faça - modéstia, humildade, simplicidade - nada vai ajudar. Somente uma coisa é possível, e esta é simplesmente observar e ver que o ego é a origem de toda a infelicidade. Não diga isso. Não repita isso.

Observe.

Porque se eu disser que ele é a origem de toda a infelicidade e você repetir isso, então será inútil. Você tem que chegar a esse entendimento. Sempre que você estiver infeliz, apenas feche os olhos e não tente encontrar alguma causa externa. Tente perceber de onde está vindo essa miséria. Ela está vindo do seu próprio ego.

Se você continuamente percebe e compreende, e a compreensão de que o ego é a causa chega a se tornar profundamente enraizada, um dia você repentinamente verá que ele desapareceu. Ninguém o abandona - ninguém o pode abandonar. Você simplesmente vê; ele simplesmente desapareceu, porque a própria compreensão de que o ego é a causa de toda a infelicidade, se torna o abandonar. A própria compreensão significa o desaparecimento do ego. E você é tão brilhante em perceber o ego nos outros. Qualquer um pode ver o ego do outro. Mas quando se trata do seu, surge o problema - porque você não conhece o território, você nunca viajou por ele. Todo o caminho em direção ao divino, ao supremo, tem que passar através desse território do ego. O falso tem que ser entendido como falso. A origem da miséria tem que ser entendida como a origem da miséria - então ela simplesmente desaparece.

Quando você sabe que ele é o veneno, ele desaparece.

Quando você sabe que ele é o fogo, ele desaparece.

Quando você sabe que este é o inferno, ele desaparece.

E então você nunca diz: "Eu abandonei o ego." Então você simplesmente ri de toda esta história, dessa piada, pois você era o criador de toda a infelicidade.

Eu estava olhando alguns desenhos de Charlie Brown. Em uma cena ele está brincando com blocos, construindo uma casa com blocos de brinquedo. Ele está sentado no meio dos blocos, levantando as paredes. Chega um momento em que ele está cercado: ele levantou paredes em toda a volta. E ele começa a gritar:

"Socorro, socorro!"

Ela fez a coisa toda! Agora ele está cercado, preso. Isso é infantil, mas é justamente o que você fez. Você fez uma casa em toda a sua volta, e agora você está gritando: "Socorro, socorro!" E o tormento se torna um milhão de vezes maior - porque há os que socorrem, estando eles próprios no mesmo barco.

Aconteceu de uma mulher muito atraente ir ao psiquiatra pela primeira vez. O psiquiatra disse:
"Aproxime-se, por favor."
Quando ela chegou mais perto, ele simplesmente deu um salto, abraçou e beijou a mulher.
Ela ficou chocada.
Então ele disse:
"Agora sente-se. Isso resolve o meu problema, agora, qual é o seu?"

O problema se multiplica, porque há pessoas que querem ajudar, estando no mesmo barco. E elas gostariam de ajudar, porque quando você ajuda alguém, o ego se sente muito bem, porque você é um grande salvador, um grande guru, um mestre; você está ajudando tantas pessoas! Quanto maior a multidão de seus seguidores, melhor você se sente.

Mas você está no mesmo barco - você não pode ajudar.

Pelo contrário, você prejudicará.

Pessoas que ainda têm os seus próprios problemas não podem ser de muita ajuda. Somente alguém que não tenha problemas próprios o pode ajudar. Somente então existe a clareza para ver, para ver através de você. Uma mente que não tem problemas próprios pode vê-lo, você se torna transparente. Uma mente que não tem problemas próprios pode ver através de si mesma; por isso ela torna-se capaz de ver através dos outros.

No ocidente existem muitas escolas de psicanálise, muitas escolas, e nenhuma ajuda está chegando às pessoas, mas em vez disso, causam danos. Porque as pessoas que estão ajudando as outras, ou tentando ajudar, ou pretendendo ser de ajuda, encontram-se no mesmo barco.

É difícil ver o próprio ego.

É muito fácil ver o ego dos outros. Mas esse não é o ponto, você não os pode ajudar.

Tente ver o seu próprio ego. Simplesmente observe.

Não tenha pressa de o abandonar, simplesmente observe. Quanto mais você observa, mais capaz você se torna. De repente, um dia, você simplesmente percebe que ele desapareceu. E quando ele desaparece por si mesmo, somente então ele realmente desaparece. Não existe outra maneira. Você não o pode abandonar prematuramente.

Ele cai exatamente como uma folha seca.

A árvore não está fazendo nada - apenas uma brisa, uma situação, e a folha seca simplesmente cai. A árvore nem mesmo percebe que a folha seca caiu. Ela não faz qualquer barulho, ela não faz qualquer anúncio - nada. A folha seca simplesmente cai e se despedaça no chão, apenas isso. Quando você tiver amadurecido através da compreensão, da consciência, e tiver sentido com totalidade que o ego é a causa de toda a sua infelicidade, um dia você simplesmente vê a folha seca caindo. Ela pousa no chão e morre por si mesma. Você não fez nada, portanto você não pode afirmar que você a deixou cair. Você vê que ela simplesmente desapareceu, e então o verdadeiro centro surge.

E este centro verdadeiro é a alma, o eu, o deus, a verdade, ou como o quiser chamar.

Ele é inominável, assim todos os nomes são bons.

Você pode lhe dar qualquer nome, aquele que preferir.

Extraído do livro "Além das Fronteiras da Mente"

Referência: Biografia de Osho;
Osho world

Céu do dia

Áries

Áries , simbolo do nascimento, do início , a semente que se arrebenta no solo. O guerreiro, combatente, áries é assim, uma mistura de iniciativa e compulsão. O impaciente, o líder nato. O adolescente em busca de emoção. Áries também é a criança , que quer, por que quer, seu querer é muito forte. Por não temer o perigo segue na frente das multidões, como um escudo ele proteje os seus, apanha muito da vida, sempre reclamando, mas nunca desistindo. Às vezes agressivo, ás vezes frágil como uma criança, tem muito medo da Dor. Ituitivo e criativo, sempre inventando algo para fazer,só encontra dificulades para terminar.

Touro

Touro, o broto ainda frágil, necessitando de um solo forte e seguro para se desenvolver. Touro significa a necessidade de segurança, de uma base firme. Os taurinos tem por característica o instinto de aquisição, de produção e de acumular recursos. Persistentes e teimosos, demoram muito para mudar de opinião, é como um touro ruminando , demoram muito para acreditar em algo, e quando tomam decisões, demoram mais para mudar suas idéias. Não querem luxo, mas querem conforto, necessitam sentir segurança em tudo, e por este motivo todo taurino trabalha, e é altamente produtivo,porém, não tem pressa, e constroem castelos.

Gêmeos

Quando a semente começa a despontar para o mundo, e se relacionar com o ambiente. Gêmeos é a comunicação em todos níveis de expressão, seja corporal, oral. Gêmeos é a nossa necessidade de se conectar com o mundo , por meio de idéias , de interesses. Os geminianos são pessoas extremamente curiosas, pela sua grande necessidade de saber o que acontece ao seu redor, e encontrar respostas para tudo, pela lógica. Por sua grande capacidade de comunicação, também possui uma grande capacidade de aprendizado, é signo de jornalistas, professores, comunicólogos em geral.Fazem várias coisas ao mesmo tempo.Por esta necessidade de expansão aprecia muito sua liberdade pessoal

Câncer

Câncer representa a estação das frutas que necessitam ser cuidadas. Os cancerianos são pessoas sensíveis, cheias de imaginação. Representam o útero materno, aí esta a grande capacidade dos cancerianos de serem maternais, quando não caem para o lado oposto e se tornam crianças eternamente carentes. As pessoas de câncer geralmente tem um carma a ser resolvido com as questões de maternidade, que pode ser com sua mãe, ou com algum filho ou filhos. Sensível, e forte, não esquece, mas sabe perdoar. As vezes tagarela, e outras calado. Sabe emocionar as pessoas, teme o ridículo mas sabe fazer cenas engraçadas.

Leão

Em leão o fruto está amadurecendo. Leão sabe qual é o seu lugar no mundo, e luta para provar aos outros quem ele é. Gosta de ser o centro da atenções , na forma positiva ou negativa. Lider nato, muito organizado, com seu carisma pessoal consegue arrastar multidões. Para ele a glória tem muito mais valor que o dinheiro. . Onde o leonino entra, necessita chamar a atenção sobre si, mas o que ele precisa saber é que não precisa fazer nada para que isso aconteça, pois o simples fato do Sol reger este signo, já dá ao leonino um brilho .Quando o leonino conseguir ultrapassar o seu orgulho, poderá cumprir o seu papel na Terra.

Virgem

Virgem representa a fase da colheita, quando o fruto está pronto para ser servido. Virgem, o pefeccionista , ele catáloga, analisa, separa, vê o defeitos, critica. É o bom funcionário, que não só serve como adora servir. Não importa para ele em que posição, o que lhe interessa , é estar fazendo algo que ajude alguém. Virgem rege saúde, as rotinas, e tudo aquilo que está ligado a qualidade de vida. Fica preocupado com tudo, as vezes até perde noites de sono . Não nasceu para liderar, pois não gosta de se expor. Gosta da rotina, e sente bem no meio de pessoas simples, e animais de estimação.

Libra

Quando o fruto se abre para a Vida. O que importa para os librianos são os relacionamentos, os amigos, ser aceito. Dotados de grande poder de sedução, sabem como ninguém agradar as pessoas, graças ao seu excelente bom gosto, para comida, roupas, jóias, arte.Mas de tanto querer agradar , os librianos acabam tendo sérios problemas, um deles está na dificuldade de dizer "não". Para libra o mundo pode estar caindo, mas as pessoas não tem o direito saber o problemas que se passam em seu interior. Precisam do amor, assim como do ar que respiram. Muito indecisos quando necessitam tomar alguma atitude, acabam perdendo oportunidades. Libra é a justiça.

Sagitário

Ságitario necessita de um objetivo na vida. Sua visão é de longo alcance, ele não quer pouco, sabe que pode contar com a sorte. Quer chegar onde nenhum homem ainda chegou. São aventureiros, e buscam novas culturas, para descobrir o grande significado que é viver. Generosos, sua dificuldade está em descobrir onde estão os limites . Esta busca pelo significado da vida, muitos sagitárianos se tornam religiosos. Tem a franqueza tão pura como de uma criança, que muita vezes chega a lhe prejudicar. Sempre de bom humor, todo sagitário é um exímio jogador, malicioso, ousado, que gosta de arriscar muito alto

Aquário

Excêntricos, originais. Eles não seguem moda, tem sua própria opinião. Precisa da aprovação de um grupo, não da social. Ele ama a humanidade, mas não o individuo. Tem dificuldade com relacionamentos individuais, prefere os grupais. A amizade é mais importante do que o próprio amor. Imune a qualquer chantagem emocional, só entende as coisas se vier pela racionalidade. Discute a desigualdade, o credo, o racismo, mas nada pessoal. Teimosos e distraídos. Visam o futuro.Gostam de tecnologia.Sua grande missão no mundo está em transmitir sua bagagem intelectual, e sua visão de um mundo diferente.

Capricornio

Capricornio quer chegar ao topo, e não gosta de desviar dos obstáculos, chegar de consciência limpa , e provar pra todo mundo que chegou. Teimoso, gostam muito do trabalho, da organização da rotina.Fiéis, respeitam uma palavra dada. Sérios, e cômicos, Fazem piadas com seu próprio jeito desengonçado. Desconfiam de tudo , e só acreditam naquilo que podem ver. Ambiciosos, alcançam altos postos de hierarquia. Se realizam tarde na vida, perdem metade da mocidade trabalhando, muitos deles nem tem infância. Tem que aprender que não precisam provar nada para ninguém, necessitam provar para eles mesmos o que são capaz, para mais ninguém

Escorpião

Escorpião, signo das profundidades, da emoção. Nada que seja superficial agrada uma pessoa de escorpião , ele necessita sentir emoção em tudo que faz, ir até as profundezas. Entre os escorpioninos existem muitos detetives, cientistas, e pessoas que trabalham com o poder. Para o escopião só existem duas palavras poder ou destruição, ou eles estão por cima, ou nada sentem. Chegam ao topo, mas conhecem o abismo... Recebem a glória e o despreso. O escorpianino deve aprender a se desligar do material, para buscar significados para suas vidas. Quando conseguirem aprender a usar seu poder pessoal para o crescimento da humanidade ai estarão cumprindo seu papel no Planeta

Peixes

Peixes, representa a dissolução de todas coisas materiais, a volta para o espiritual, o inconsciente coletivo. Pessoas sensiveis, captam tudo no ar, veêm coisas, ouvem coisas. Aprende por osmose, telepatia, através de um percepcção extra-sensorial. Conhece o destino, e por isso muitas vezes não enfrenta, foge. Espiríto de salvador, Mátir, ou vítima.Compreende todas pessoas indiscriminadamente, mas se sente um incompreendido pelo mundo. Luta pelos seus ideais, mas quando atinje seus objetivos vem a dúvida, Será que era isso mesmo que ele queria. Peixes é signo dos grandes ilusionisas, cineastras, espiritualistas.O pisciano quando consegue controlar suas emoções está preparado para cumprir sua missão de ajudar o próximo.